Projeto Cívico Cultural – Maio Antonense – começa na segunda!!!

Dentro da programação cívica, promovida pelo Blog do Pilako com apoio cultural do Instituto Histórico e Geográfico da Vitória de Santo Antão, daremos,  nessa segunda-feira, dia 03 de maio,  o “pontapé” inicial do Projeto “Maio Antonense” – o mês azul e branco.  Esse projeto, gestado desde o ano de 2019, inicialmente, tinha como ponto de partida eventos que deveriam acontecer no  ano de 2020, mas, por conta dos impedimentos pandêmicos, foram  adiados e reconfigurados para  serem efetivados em 2021, evidentemente modificados  na forma sem prejuízo  na  essência original.

Nessa primeira “live” – segunda-feira, 03 de maio, às 17h – estaremos fazendo uma espécie de abertura,  no sentido de  contextualizar os internautas o porquê do mês de maio ser “ungido”  para representar, por assim dizer, o sentimento pedagógico daquilo que podemos chamar de “pertencimento nativista”.

Na qualidade de convidados, receberemos dois importantes “atores” vitorienses/antonenses. Adelson Cardoso e Péricles Cavalcanti de Miranda,  radicados em Brasília e Vitória do Espírito Santo, respectivamente, com  histórias diferentes entre si,  que bem  refletem  a força e o caráter protagonista dos filhos da terra de Mariana Amália, irão nos brindar com  suas trajetórias de vida,  desde os primeiros passos na terra natal, ou seja: Vitória de Santo Antão.

Assim sendo, esperamos contar  com o engajamento de todos os vitorienses/antonenses  e demais internautas nessa empreitada  cívica que tem o objetivo,  entre outros,  de  desbrava e manter vivo o oceano histórico do nosso lugar. Antecipadamente agradecemos o apoio cultura do Instituto Histórico da Vitória e o apoio em forma de patrocínio da Prefeitura da Vitória de Santo Antão da empresa Ferrer Diagnóstico.

VIVA O MAIO ANTONENSE – O MÊS AZUL E BRANCO!!!

Serviço:

LIVE  1/5– “Maio Antonese”- o mês azul e branco.

Tema: Abertura  – Duas Histórias de Sucesso.

Canal – Blog do PIlako.

Dia – 03 de maio.

Horário – 17h.

Esta entrada foi publicada em A Lupa. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *