Gambiarra: Servicinho bem feito…

[portfolio_slideshow timeout=10000, nav=false, size=medium, showtitles=false, trans=scrollHorz, thumbs=false]

Na manhã desta quinta-feira (28) nossas lentes flagraram serviços sendo realizados por uma “empresa contratada” pela Prefeitura para fazer alguns reparos na Praça 3 de Agosto, mais conhecida como Praça do Jacaré. É bom lembrar que ela ainda é a mais bela entre todas da cidade, construída na década de 50 pelo então prefeito Manoel de Holanda. Na ocasião observamos que os “funcionários” da tal empresa (já que pelo fardamento não se pode identificar  qual é a empresa) estão fazendo a pintura sem ao menos consertar os bancos. O Secretário de Planejamento da atual gestão, que atua como uma espécie de “gerentão” da Prefeitura deveria ser mais atento. Pense numa gambiarra!

Publicado em A Lupa, Gambiarra | 4 comentários

(Des)Monte das Tabocas: Esgoto a céu aberto

[portfolio_slideshow timeout=10000, nav=false, size=medium, showtitles=false, trans=scrollHorz, thumbs=false]

O Monte das Tabocas por falta de manutenção e investimentos, atualmente não reúne condições básicas necessárias para receber os visitantes. Não possui um lugar para servir adequadamente refeições, como também não possui banheiros em condições mínimas de uso. A caixa d´agua aberta e esgoto correndo a céu aberto formando um espécie de fossa, deixa claro que o nosso Sítio Histórico foi completamente abandonado.

Veja outras postagens da reportagem especial sobre o tema: (Des)Monte das Tabocas: falta estrutura (Des)Monte das Tabocas: difícil acesso (Des)Monte das Tabocas

Publicado em A Lupa | 1 comentário

Agora vai…

Pelo tamanho da operação que foi montada há pouco, por volta das 14h30 de hoje (28), para realizar o  conserto do buraco na calçada da bela vista nas proximidades do Terminal Rodoviário, que foi objeto de duas matérias em nosso blog, finalmente parece que agora vai ficar pronto. Estamos  acompanhando.

Veja as postagens: Obras paradas Absurdo

Publicado em A Lupa | 1 comentário

Redação recebe aventureiro

[portfolio_slideshow timeout=10000, exclude=2531, nav=false, size=medium, showtitles=false, trans=scrollHorz, thumbs=false]

Ontem (27) recebemos em nossa redação o sargento do exercito Jones Pinheiro, aventureiro de plantão. Jones, além de ser músico e um dos guardiões do Instituto Histórico e Geográfico de nossa cidade, ainda arruma tempo para promover trilhas todos os meses. Na ocasião, oficializamos o inicio da coluna “Jones e Trilhas”, que será uma espécie de diário de bordo de um aventureiro de plantão.

Programe-se

“Jones e Trilhas” promoverá, com apoio das botas Chiruca,  no próximo dia 07 de agosto uma trilha começando pela área rural do Engenho Tiriri. Seguindo até o Rio Massangana, de lá partiremos para o mar da Praia de Suape. O percurso é de 10 km, nível médio, com paradas para banho no rio e no mar. Todos os internautas estão convidados a curtir e sentir a natureza em seu estado original ainda existente.

Maiores informações: jonespinheiro@hotmail.com (081) 8831-2940

Publicado em Editorial | 1 comentário

Com credibilidade, postando uma Vitória em Movimento.

Publicado em Editorial | Com a tag , , | Deixar um comentário

O Tempo Voa: encontro de amigas (Dez/1986)

Foto: acervo pessoal do blogueiro

Da esquerda para a direita: Daniela Vilanova, Wilma Brito, Marilurdes Álvares, Rafaela Santana e Christianne Breckenfeld.

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Ganhadora do livro Mulheres na Chuva

No dia 25 de Julho, em comemoração ao Dia do Escritor, sorteamos um livro da escritora vitoriense Valdinete Moura. O livro Mulheres na Chuva foi lançado em março pela Ilumine Editorial. Ontem (27), a vencedora Natália Kilza recebeu o livro autografado pela autora. Em breve, realizamos outros sorteiros e promoções culturais. Aguardem.

Publicado em Editorial | Deixar um comentário

Almir Brito

O vitoriense Almir Brito no seu cd "TODOS OS TONS" - belíssima coletânea de canções instrumentais no violão, aqui trazendo a música "LAMENTO" do mestre Pixinguiha.

[powerpress url=../mp3/almirbrito1.mp3] Gostou da música? - Baixe a MP3

Publicado em Vitória dos Artistas | Deixar um comentário

Sinalização renovada

Ainda se encontra,  na manhã de hoje (28), no principal corredor financeiro e comercial da nossa cidade uma sinalização curiosa, só que agora renovada, ao invés de uma “banca de cambista” encontra-se uma mistura de madeira, papelão, jornal e um galho de mato harmonizando. E olhe que na placa tem escrito, por gente do setor, que é proibido jogar lixo. São cenas como esta  que “deprime” os cidadãos vitoriense.

Leia: Nova sinalização

Publicado em A Lupa | 1 comentário

USF Matadouro

Dando continuidade à série de postagens das informações sobre as Unidades de Saúde de nossa cidade, hoje publicamos a USF do Matadouro.

Segundo o Ministério da Saúde, a USF do Matadouro conta com 01 Médico, 01 Odontólogo (dentista), 01 Enfermeiro, 02 Auxiliares e 10 Agentes de Saúde, totalizando 15 funcionários pagos com recursos públicos.

MÉDICOS [table id=118/]

ODONTÓLOGO (DENTISTA) [table id=117/] ENFERMEIROS [table id=116/] AUXILIARES [table id=115/]

AGENTES DE SAÚDE [table id=114/]

Publicado em Transparência Vitória | Deixar um comentário

(Des)Monte das Tabocas: falta estrutura

[portfolio_slideshow timeout=10000, nav=false, size=medium, showtitles=false, trans=scrollHorz, thumbs=false]

Dando continuidade a série de postagens sobre o Monte das Tabocas, o abandono ao nosso maior patrimônio é visível nas estruturas físicas: bancos quebrados, falta de pintura, madeiramento com cupim, telhado danificado, prédio com rachaduras e a capela sendo protegida contra a chuva por lonas, são apenas alguns dos problemas encontrados. Os nossos gestores, provavelmente, por falta de capacidade administrativa, deixam no visitante a impressão que o vitoriense não dá o menor valor ao Monte das Tabocas, passando assim, também para as novas gerações um sentimento que não se traduz em verdade.

Já em 2009...

De nada adiantou a reunião do dia 13 de julho de 2009, realizada pelo prefeito Elias Lira e o vice-prefeito Henrique Filho, junto com as equipes da Secretaria de Obras e Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte,  realizada no Monte das Tabocas, que constataram que o mesmo estava abandonado. Na ocasião a gestão do Governo de Todos prometia resgatar o Sitio Histórico.

Paulo Roberto - Atual Secretário de Turismo, Cultura e Esportes - Foto: Blog Politica Vitoriense

O Secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Paulo Roberto (foto), destacou a necessidade de se fazer uma campanha que consolidasse o nosso sentimento nativista, visto que foi aqui em Vitória que se iniciou o berço libertário da nação brasileira.

Dois anos depois, com quase três anos de gestão o Monte é o retrato do abandono.

 

Veja outras postagens sobre o tema: (Des)Monte das Tabocas: difícil acesso (Des)Monte das Tabocas

Publicado em A Lupa | 1 comentário

Primeira Feira de Agosto

Foto: Blog Vivência Net

A Secretaria Municipal de Agricultura, através de seu secretário Roberto Bezerra, convida a todos para participar no dia 06 de agosto da tradicional Feira de Animais da Vitória. Este ano acontecerá no galpão da "sulanca", localizado no km 46 da BR 232. Neste dia de agronegócios, o evento contará com apresentação de artista com inicio às 08h, encerramento previsto para às 18h.

Publicado em Editorial | 2 comentários

O Reino Fungi – parte 02

"Coronelzinho se coroa rei de Seráfia à força." - Foto: divulgação - Rede Globo

Recomendamos a leitura da primeira parte deste artigo, para que haja compreensão. Clique aqui.

Escrevia, terça-feira (26), sobre minha viagem ao Reino Fungi. Relembro que nele penetrei através de um exemplar do jornal Gazeta de Victória. Volto, hoje, bem municiado contra os fungos.

Abri o arquivo do nosso Instituto e retirei um exemplar da Gazeta, o número 2, ano 1921.  Deparei-me na primeira página com uma rinha entre esta e a Voz Parochial, o órgão de comunicação e divulgação da matriz de Santo Antão.

Quando do lançamento da Gazeta, seus responsáveis afirmaram, ser o hebdomadário um órgão independente e “livre de opinião”. E foi justamente esse “livre de opinião”, que gerou uma celeuma na época, 1921, seguida de uma troca de correspondências cheias de farpas.

O senhor Tirelle Junior, redator da “Voz Parochial”,  não se agradou da proposta da Gazeta e partiu de encontro  a tal “livre opinião”:

“Um jornal de livre opinião, meu filho, não se concebe porque nós católicos devemos ter medo de taes folhas que são de caráter neutro. Accende uma vela a Deus e outra ao Diabo. Sou católico e como tal devo pautar a vida e as minas acções, do contrário passarei por um embusteiro”.

O senhor Tirelli não perdoava a postura da Gazeta e conclamava os católicos a não lançarem os olhos sobre suas páginas. Apelava o missivista para o “bom senso” dos católicos, (fanáticos tem bom senso?) , que  deveriam se cautelar contra tais folhas.  A confreira, a Voz Parochial, continuava:

“um órgão feito para as dissoluções de costumes, um órgão de rebeldias (por ser independente) e mais ainda: sem moralidade e compustura e assim por isso mesmo, ao injusto pensar dos bons confrades, um órgão incapaz de ter ingresso no seio da grande família vitoriense”.

O Index Librorvm Prohibithorvm estava em pleno vigor. O Índice, em bom português, era uma lista dos livros proibidos aos católicos, criada pela igreja para proteger e prevenir seus fieis das ideias renovadoras e da corrupção. Já pensaram: o vigário era quem determinava o que o cidadão podia ou não podia ler. Se pelo menos fosse sugestivo e o verbo empregado fosse devia, seria menos autoritário.  Devia seria menos proibitivo. Esse ranço, contra novas ideias e ou ideias contrárias, foi sempre uma marca registrada dos fanáticos: comunistas, nazistas, integralistas e outros istas mais.

Observem os caros leitores, que quatrocentos anos depois da instalação da Inquisição, na nossa pequenina Santo Antão, a censura inquisitória ressurgia e tentava sufocar um órgão independente e livre. Hoje, vez ou outra, nossos gestores maiores, ex-presidente Lula,  por exemplo, investem contra a liberdade de imprensa. A imprensa livre os incomoda, tal qual incomodava na década de 20 do século passado ao senhor Terelli. Esse Blog, do qual participo com orgulho, tem como propósito a defesa e a recuperação da nossa cidade e tem como lema “livre opinião”.

Novo ataque dos minúsculos habitantes da Gazeta. Novos espirros e mais uma crise de falta de ar, mas voltarei. Amanhã investirei contra esses nanicos microscópicos e trarei a tiracolo meu amigo,  o professor Ivan Lemosnovitch.

Pedro Ferrer

Publicado em Vitória Ontem e Hoje | Deixar um comentário

Porcos

Mais uma vez nossa equipe flagrou uma porquinha na "hora do almoço" solta pela ruas da Vitória. O registro foi feito nesta quarta-feira (27).

Publicado em A Lupa | 1 comentário

O Tempo Voa: Colégio Nossa Senhora das Graças

Foto: Acervo do IHGVSA - Enviada pela historiadora Savana Santos

 

Publicado em O Tempo Voa | Deixar um comentário

Obras paradas

DEPOIS

A situação para os pedestres que usam as calçadas próximas ao Terminal Rodoviário de nossa cidade, está ficando mais complicada, isso porque tem um enorme buraco, cujo os reparos, que após ser denunciada por nós, começaram e depois inexplicavelmente pararam. O lugar, que ainda ficou mais perigoso, serve também como cartão de visitas, por conta dos visitantes que chegam à nossa cidade de ônibus.

ANTES

Publicado em A Lupa | 2 comentários

Nova sinalização

Nossas lentes flagraram por volta do meio dia de hoje (27), em plena Avenida Mariana Amália, uma sinalização uma tanto curiosa. Já não bastassem os pedestres andando pela avenida, devido a ocupação irregular das calçadas, os motoristas e motoqueiros ainda tinham que prestar atenção para não bater em uma espécie de “balcão”, usado pelos cambistas para "passar bicho", em uma das vias por conta de um buraco, e olhe que estamos falando do principal corredor financeiro e comercial da cidade.

Publicado em A Lupa | 4 comentários

Atitude

Depois que postamos duas matérias sobre a falta de “ordem” no retorno irregular da Praça da Matriz, o prefeito botou a Diretoria de Trânsito para trabalhar, mandando fechar o retorno aberto irregularmente. São atitudes rápidas e simples que o povo espera dos seus gestores.

Publicado em A Lupa | 2 comentários

Duda da Passira

Disponibilizamos a música "NEM SE DESPEDIU DE MIM" dos compositores Luiz Gonzaga e João Silva. A música  integra o álbum "Festa de Arraiá ", interpretada por Duda da Passira.

[powerpress url=../mp3/duda2.mp3] Gostou da música? - Baixe a MP3
Publicado em Vitória dos Artistas | Com a tag | Deixar um comentário

USF de Lídia Queiroz

Dando continuidade à série de postagens das informações sobre as Unidades de Saúde de nossa cidade, hoje publicamos a USF de Lídia Queiroz.

Segundo o Ministério da Saúde, a USF de Lídia Queiroz conta com 01 Médico, 01 Odontólogo (dentista), 02 Psicólogos, 01 Farmacêutico, 02 Nutricionistas, 01 Fisioterapeuta, 01 Avaliador Fisico, 01 Enfermeiro, 01 técnico de enfermagem, 01 Auxiliar e 10 Agentes de Saúde, totalizando 22 funcionários pagos com recursos públicos.

MÉDICOS [table id=110/]

ODONTÓLOGO (DENTISTA) [table id=106/] PSICÓLOGOS [table id=112/] NUTRICIONISTAS [table id=111/] FISIOTERAPEUTAS [table id=109/] FARMACÊUTICOS [table id=108/] AVALIADOR FÍSICO [table id=105/] ENFERMEIROS [table id=107/] TÉCNICOS [table id=113/] AUXILIARES [table id=104/]

AGENTES DE SAÚDE [table id=103/]

Publicado em Transparência Vitória | Deixar um comentário

Se vira nos 30!

Foto: divulgação - ALEPE

Ontem (25), quando o deputado Henrique Queiroz fazia uso dos microfones da rádio Vitória FM, falou que o prefeito Elias Lira e ele, já tinham “começado a fazer os ajustes políticos visando as próximas eleições”. Citando um quadro do programa do Faustão, que é o “se vira nos trinta”, o deputado estava querendo fazer uma referência ao número 30 que possivelmente será usado por Elias (se for candidato) caso pule realmente para o PSD. Já que o deputado quer tanto fazer referência ao numero trinta, ele perdeu uma ótima oportunidade de fazê-lo, afinal, no mês passado completou-se 30 meses da gestão de Elias Lira e Henrique Filho, na ocasião deveriam convocar toda a sociedade vitoriense e apresentar um balanço dos "trabalhos realizados durante esses 30 primeiros meses de gestão", pena que 95% do Plano de Governo ainda esteja por fazer, segundo comentários. Seria uma boa, heim?

Publicado em Editorial | 1 comentário

Esquecimento

Foto: divulgação - ALEPE

No Estado democrático de direito, criticar os governos é uma prática mais que normal. Ontem (25), durante uma participação na TV Vitória, o deputado Aglaílson Junior acusou o atual governo de usar a Prefeitura como cabide de emprego. O deputado, que aliás, tem toda razão, apenas esqueceu de informar aos que estavam assistindo que na "Era do Governo que Faz" ele, junto com seu pai - o folclórico ex-prefeito José Aglaílson, também usaram desse mesmo expediente: empregando filho, filhas, sobrinhos, sobrinhas, cunhada, genro, cabos eleitorais e etc. Em Vitória é assim, “eles falam a verdade quando se acusam e mentem quando se defendem”.

Publicado em Editorial | 6 comentários

Resultado do sorteio do livro Mulheres na Chuva de Valdinete Moura

A internauta Natalia Kilza (natalia.kilza@hotmail.com) foi a contemplada no sorteiro do livro "Mulheres na Chuva", da escritora Valdinete Moura. Natalia, entre em contato pelo email contato@blogdopilako.com.br informando o seu telefone para que possamos marcar sua visita em nossa redação.

Publicado em Editorial | 3 comentários

Pedestre X Motoqueiros

Nossas lentes flagraram mais uma vez uma cena curiosa do trânsito “salve-se quem puder” de Vitória. No bairro "Dois Terreiros" mais precisamente no local onde estão sendo construídas as moradias do programa Federal Minha Casa, Minha Vida cuja a estrada, sumiu por falta de manutenção, os pedestres são obrigados a dividir as calçadas com motoqueiros.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Risco de acidente

Na tarde desta segunda-feira (25) nossas lentes flagraram em frente a Compesa, uma cena de alto risco de acidente. A Prefeitura, que é o órgão responsável em fiscalizar as obras da nossa cidade, não vem fazendo o acompanhamento devido naquelas construções, pois, o barro retirado das barreiras vem estreitando a passagem  dos veículos cada vez mais. Seria bom que o prefeito, que já tem conhecimento destes fatos, determinasse que os fiscais da Prefeitura fossem até o local para tomar alguma providência.

Vamos lembrar: Gambiarra: Compesa (3) Gambiarra: Obras seguem em ritmo acelerado. Gambiarra: “Bela obra”

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

O Tempo Voa: reunião de amigos – São João (1984)

Foto: acervo pessoal do blogueiro

Da esquerda para a direita: Brivaldo Sandres (In Memoriam), Toinho Dutra, João de Barros e Lauro Taiada. Foto registrada durante o uma reunião de amigos, na casa de Seu Zito Mariano, no São João de 1984.

Envie você também a sua foto para a coluna O Tempo Voa. E-mail: contato@blogdopilako.com.br

Publicado em O Tempo Voa | 1 comentário

(Des)Monte das Tabocas: difícil acesso

[portfolio_slideshow timeout=10000, nav=false, size=medium, showtitles=false, trans=scrollHorz, thumbs=false]

Fica difícil para o visitante chegar ao Monte das Tabocas pela PE 050, pois na estrada que dá acesso para o Sítio Histórico falta a placa indicativa que sem manutenção simplesmente sumiu. Depois que conseguir acertar o caminho, o visitante tem que tomar muito cuidado para não quebrar o carro ou até mesmo causar um acidente, devido aos buracos.

Um dos trechos mais perigosos, é onde falta de um pedaço numa ponte, como também em boa parte do trajeto falta acostamento. Caso o visitante, ou mesmo vitoriense, faça a opção de ir ao Monte usando as ruas dos bairros do Cajá, Águas Branca, Pitada e Dois Terreiros não vai encontrar nada fácil, além da falta de sinalização vai se deparar com muitos buracos.

Enquanto isso...

Com a presença do cônsul Weber de Barros Lins Wanderley e do embaixador da Holanda em nosso país Kees Rade, a Assembléia Legislativa, no último mês de junho, comemorou o ano da Holanda no Brasil. O deputado Henrique Queiroz, autor da proposta, que representa Vitória naquela Casa, lembrou que o Monte das Tabocas faz parte da História do Brasil. Mas é bom lembrar ao deputado que o Sítio Histórico foi abandonado pela atual gestão que tem seu filho como vice-prefeito.

 

 

Publicado em A Lupa | 3 comentários

Boi

[portfolio_slideshow timeout=10000, nav=false, size=medium, showtitles=false, trans=scrollHorz, thumbs=false]

No bairro do Pinga-fogo, os bois passeiam livremente pelas ruas, seria bom que a Prefeitura fizesse uma campanha para que os proprietários de animais fossem mais cuidadosos. Os riscos para os motoqueiros e motoristas são grandes.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

Buracos

Na Av. Henrique de Holanda, na entrada que dá acesso a subida do bairro de Alto José Leal, tem um buraco que está infernizando a vida dos motoristas, motoqueiros e pedestres. É bom lembrar que para desviar dos buracos no sentido Vitória/Pombos os motoristas tem que pegar a faixa da contra-mão, criando naquele ponto um risco constante de acidentes. É por essas e outras que a população diz que o trânsito da vitória é um “salve-se quem puder”.

Publicado em A Lupa | Deixar um comentário

O Reino Fungi – parte 01

Foto: divulgação

Nas praças (Vitória ainda tem praças?), nas esquinas e bares, onde dois ou mais se encontrarem, o imaginário Reino de Seráfia, é tema de conversa. No embalo e ritmo da novela resolvi fazer uma viagem por um reino bastante especial, o Reino Fungi. Não pense o leitor, menos avisado, que estou embarcando para a China ou para a Tailândia, onde esbarramos com os Fu Manchus, os Kung Fus, os Fumagallis ou Fumaganges, personagens valentes e cruéis, de olhos repuxados que chispam fogo e cólera. No reino ao qual me destino, os habitantes são minúsculos. Minúsculos mas cruéis. Pequenos e metidos a besta. A maldade deles é inversamente proporcional ao tamanho. Só de vê-los perco a respiração. Só em senti-los coça-me o nariz e lacrimeja-me os olhos.

Para viajar ao Reino Fungi e entrar em contato com seus habitantes embrenhei-me entre as quebradiças e empalidecidas páginas de um velho exemplar da Gazeta de Victoria. Eles estavam lá, aos milhões, talvez aos bilhões. Entre as linhas, dentro de cada letra, nas dobras das páginas, eles me espreitavam, aguardando o momento certo para o ataque. Muni-me de máscaras, e antes de ingressar no fatídico reino peguei de um espanador e de uma flanela e os ataquei com presteza. O embate foi cruento e forte. Menor não foi o prazer da aventura e de novas descobertas.

A entrada escolhida para adentrar ao reino foi um velho exemplar do jornal “Gazeta de Victoria”, setembro de 1921. A matéria é um típico exemplo de tentativa de cerceamento da liberdade de imprensa. Naquele mês, naquele ano, estava sendo lançado o citado hebdomadário cujo diretor era o senhor Manoel de Holanda Cavalcanti.

Atchim!, atchim, atchim. Os fungos iniciaram seus ataques. Vou fazer uma pausa, vou engolir um antialérgico.

Continua.... Pedro Ferrer
Publicado em Vitória Ontem e Hoje | 3 comentários